Índia: a nova onda da Globo

Criado por Letícia Castro em em 17/01/2009

Namaste!* Nesta segunda, o Brasil ganha uma conexão direta com a Índia. Trata-se de “Caminho das Índias”, a nova trama da Globo para o horário nobre. A exemplo do que foi feito em “O Clone” (2001), o canal pretende emplacar, mais uma vez, uma produção com qualidade em reconstituição cenográfica e de costumes. Dos lugares e vestuário às comidas típicas, idioma e hábitos, a ambientação das novelas temáticas da Globo costuma ser primorosa e, com duração média de 6 a 8 meses, é possível retratar com certa fidelidade o cotidiano dos países-tema. É o que se espera ver sobre a Índia, cenário escolhido para a nova produção. “A Índia é fascinante e gosto de escrever sobre os assuntos que me interessam. É um jeito de refletir sobre eles.”, explica Glória Perez, a autora da novela.

A Índia e suas idiossincrasias


Durante a formação do planeta, o território indiano era uma ilha que, posteriormente, chocou-se ao continente e originou a cadeia de montanhas do Himalaia (Fonte: Wikipédia e Consulado da Índia)


As origens da civilização indiana remontam a cerca de 10.000 anos, data dos vestígios mais antigos de pinturas em rochas no vale do rio Indo e evidências de cultivo da terra e domesticação de animais. Nesta região, floresceu,
provavelmente entre 3000 a 2000 anos a.C, uma civilização de mesmo nome. Escavações realizadas nas primeiras décadas do século 20 trazem à luz as cidades de Moenjodaro e Harappa, que revelam que os Indus levavam uma vida notadamente urbana e sua cultura era o ápice no mundo da época. Com a invasão dos ários, que entraram pelo Punjab, entre 1500 e 800 a.C, fundamenta-se a cultura indiana como ela é até hoje.


Taj Mahal, mausoléu construído por amor é Patrimônio da Humanidade (Foto: Wikipédia) À direita, cores vibrantes por toda parte, até nos elefantes, animais sagrados também usados como meio de transporte (Foto: blog Círculo Vicioso)

Falar de cultura indiana é remeter à representação de mais de 1 bilhão de pessoas. Tão diversa e contrastante quanto a organização social e religiosa é a sua inclusão digital no mundo. A Índia é responsável hoje pela produção em massa de vários produtos tecnológicos e tem presença marcante no cotidiano da internet, tanto pelo desenvolvimento de softwares, como de conceitos de navegabilidade da rede, quesito bem representado por Rohit Bhargava, um dos papas em marketing online. Na Europa e nos Estados Unidos já é comum terceirizar com empresas indianas serviços tecnológicos que vão desde a operação de cartões de crédito até o desenvolvimento de peças para computador e programas. É o boom terceira geração de uma sociedade que ainda se organiza em castas, seguindo a tradição milenar, e cujos casamentos são arranjados pelos pais e os candidatos a noivos anunciados em classificados de jornais.


Modelo desfila no India Fashion Week, de 2007 (Foto: blog Kakaos) e Templo Bahá’í em Nova Délhi, dedicado a todos os povos do mundo, com suas nove entradas, cada uma para um mensageiro de Deus, como Krishna e Cristo (Fontes: Vida Bahá’í e Wikipédia)

A Índia é o país que mais cresce no mundo, depois da China, com uma média de 6% do PIB nos últimos quinze anos. O responsável pela guinada que tirou o país do atraso foi o próprio governo com iniciativas de investimentos em educação, por exemplo, ao criar programas de intercâmbio para os jovens universitários em faculdades dos EUA e Europa. Também investiu pesado em infraestrutura, ciência e tecnologia, contratando especialistas mundo afora para desenvolver produtos de informática e nanotecnologia. A população também vigia as ações do Estado – governado por um primeiro ministro – e não permite, por exemplo, que a carga tributária ultrapasse os 20% para não bloquear o consumo. Isso permite que uma classe média crescente, com desenvolvimento sustentável, de cerca de 300 milhões de habitantes, tenha uma vida cômoda e pujante.


Bolsa de Valores de Mumbai, a mais antiga da Ásia (Foto: Wikipédia) e as valiosas especiarias que fizeram navegantes perderem o rumo (Foto: Travel Sky)

Por outro lado, a democracia que foi colônia inglesa por 200 anos até sua independência em 1947, ainda tem mazelas consideráveis. Outros 300 milhões de indianos ainda vivem com uma renda de aproximadamente um dólar por dia, o que para os valores da rúpia indiana – 49 rúpias equivalem a um dólar – pode não ser tão pouco, é o suficiente para manter essa faixa da população em estado de fome. A Índia também sofre com sérios problemas sanitários, incluindo a falta alarmante de saneamento básico, com instalações para cuidar de apenas 18% dos milhões de litros de esgoto produzidos diariamente nos centros urbanos, segundo reportagem da conceituada publicação inglesa The Economist. As sobras não tratadas do esgoto, cerca de 82%, vão diretamente para os rios, entre eles o Ganges, o mais importante para a população que, as suas margens, além de outras atividades menos higiênicas ainda, lava as roupas, toma banho, faz rituais funerários e religiosos. Segundo a ambientalista Sunita Narain, renomada tanto dentro como fora de seu país, a frase que ilustra a Índia de hoje é “Fantástica Índia, afogando em seus excrementos.” “Fantástica Índia” é o slogan do Ministério de Turismo do país. E agora a pergunta que não quer calar: entre tanta riqueza, beleza e cultura, haverá espaço também na nova produção da Globo para retratar essa realidade?

*Namaste! O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você

Namasté ou Namaskar (Sânscrito: == [??????], [n?m?s?te?]) é um cumprimento ou uma saudação utilizada no sul da Ásia. Na Índia e no Nepal é pronunciada sempre no início de uma comunicação verbal ou escrita. O gesto é feito com as mãos dobradas diante do peito e a palavra, repetida também na despedida, desta vez, sem o gestual. A expressão literal significa “curvo-me perante ti”. A palavra provém do Sânscrito (namas): “curvar-se, saudação reverencial”, e (te): “para ti”.

Quando dito a outra pessoa, também pode significar: “O Deus que há em mim saúda o Deus que há em ti”.

Foto: Wikipédia

Aqui se fala português
Comentários (28)
  1. Luciano comentou, em 17/01/2009:

    Namastê!
    Parabéns pela matéria!
    A qualidade da pesquisa e a riqueza dos detalhes demonstram a preocupação em informar de maneira séria e objetiva os seus leitores.
    Deu um banho na psedo-reportagem apresentada pelo Globo Repórter ontem!
    Parabéns, mais uma vez, e sucesso!
    Bjs

    Responder
  2. Nat Valarini comentou, em 17/01/2009:

    Namasté Letícia!
    _/\_ (o desenho, singelo por sinal, ao lado é a representação das minhas mãos a cumprimentando! rsrs…).

    Você é demais moça!

    Adorei esta matéria sobre a Índia!
    Nunca fui até lá, mas do pouco que conheci através de pesquisas e boas leituras, como esta do seu blog, pude perceber que é um lugar belíssimo e repleto de coisas interessantíssimas.

    Adorei esta postagem, vou recomendá-la a alguns amigos!

    Kiso
    =*

    de!

    Parabéns pelo blog, você conseguiu ‘montar’ um ótimo espaço aqui, tanto com relação ao tema do seu blog, pois dessa forma, pessoas como eu, que não conhecem Campos do Jordão, possam saber mais. E também, pelo formato que você deu ao blog: ficou super clean, bonito e fácil de navegar.

    Sobre a postagem, a única rede social que possuo, é o orkut….
    ops, minto, também tenho dois blogs, posso considerá-los assim também, não é? (risos…).

    Kiso
    =*

    Bom, quando quiser conhecer meu trabalho de blogueira, sinta-se à vontade, deixo os links abaixo:

    http://garotapendurada.blogspot.com/
    http://ocaoinfiel.blogspot.com/

    Responder
  3. Rozangela comentou, em 17/01/2009:

    Sabe o que mais gosto qd a globo vai lançar uma novela ambientada em outro país? Pq todas as programações se voltam p/ o local em questão. Ex: o Globo Repórter de sexta-feira foi sobre a índia, aí as pessoas que vão seguir a novela assistem ( eu não curto novelas)e assim ao menos aprendem algo sobre uma cultura diferente, isso é importante. “Sempre bom saber algo por mais fútil que seja!” Minha mãe sempre fala essa frase.
    Ah…Estou me ocupando essas semanas p/ a divulgação do http://www.cgfilmes.blogspot.com/, por isso ainda não tive tempo de colocar no neu outro blog o presentinho que vc me deu. Mas colocarei assim que voltar lá. Beijinhos!!!Qd puder e tiver um tempinho, dá um “pulinho” lá, tá?
    http://www.cgfilmes.blogspot.com/

    Responder
  4. Beth Cruz comentou, em 17/01/2009:

    Parabéns pela postagem Letícia!
    Pena que o enfoque que a Globo dará ao tema ‘Ìndia’ não terá o devido enfoque às mazelas que são vividas por seu povo. O glamour rende íbope, a pobreza, a elite prefere deixar de lado.
    Namasté!

    Responder
  5. Arnaldo Reis Trindade comentou, em 18/01/2009:

    Adorei Letícia,
    assistí ao Globo Reporter e vou ser sincero contigo, cochilei mais de uma vez ontem, em compensação encontro este post maravilhoso aqui, do qual não vou me esquecer nunca, já que as pessoas não costumam se esquecer do que gostam, sou a favor do acordo ortográfico, apesar de não ter muito o que reclamar do Português do Brasil, acho que pelo menos para os brasileiros seria melhor se falassem algo mais “simples” que dificutasse menos a vida dos outros que falam Português, sou a favor apenas por achar que o Português tem acentos demais e que na maioria das vezes são desnecessários, sou contra a idéia de que o acordo valorizaria mais a Língua Portuguesa, ninguém entende nada de Mandarim e mesmo assim a China ainda é um dos países mais poderosos, mais visitados do mundo.

    Beijo amiga.

    Responder
  6. Guilherme Freitas comentou, em 18/01/2009:

    A rica e milenar cultura indiana é fantástica, porém acredito que a novela não vai mostrar o lado pobre indiano. Espero que a Globo também não deixe a “Índia” em segundo plano. Afinal boa parte da trama será (como sempre) no Rio de Janeiro.

    Responder
  7. rebloggando-requeri comentou, em 18/01/2009:

    passou da hora do quê???? de inventar coisa nova????? sai pra lá comadre …

    essa publicação sobre a india arrasou comadre … beijo.

    Responder
  8. Luccannus - Jesum Christum est semper! comentou, em 18/01/2009:

    Detesto novelas, então nem assisto.
    .
    Sobre a cultura da índia: não me fascina muito. Prefiro a cultura Grega, Fenícia, Síria.
    .
    Adorei seu blog.
    .
    Beijos e fique com Deus, na Paz.
    __________

    http://horateologica.blogspot.com/

    Responder
  9. Marcus Alencar comentou, em 18/01/2009:

    Parabéns pela matéria que utiliza a recente produção global para falar sobre a cultura indiana. É mais ou menos que a novela, com o devido respeito, mostrando aspectos da cultura indiana e suas paisagens exóticas e belas. O elenco escolhido é muito bom, prova disso é a presença de atores conhecidos como Tony Ramos e Lima Duarte que já encarnaram personagens de outras nacionalidades.

    Responder
  10. Éter Na Mente comentou, em 18/01/2009:

    Parabéns Leticia.

    Não sou fã de novelas e pricipalmente tenho uma certa implicância com a Gloria Perez, justamente por essa mania de querer escrever sobre oq não sabe. Estou com medo dessa vez, pq a ìndia é fascinante e seria um desperdício ser retratada nas mãos de alguém tão rasa..

    Ela podia ler seu post e quem sabe fazer algo melhor do q o assassinato cultural q fez com Marrocos.

    Mas oq interessa é a riqueza do seu post..

    Parabéns

    Responder
  11. Viviane Righi comentou, em 18/01/2009:

    Oi, Lelê…
    Eu não sabia sobre vários aspectos em relação à Índia, apresentados em seu texto, portanto foi muito esclarecedor e interessante para mim ler um conteúdo tão rico.

    Obs.: você falou sobre as idiossincrasias do local. Este é um tema que muito me interessa. A palavra “idiossincrasia” pode dizer tantas coisas e oferecer tantos caminhos… Gosto disso!

    E parabéns pelo belo trabalho, mais uma vez!

    Responder
  12. Julio comentou, em 19/01/2009:

    Parabéns pela matéria Letícia!
    Muito interessante poder conhecer mais sobre um cultura que é muito interessante,cheia de contrastes como você citou.Um país com belos monumentos (Taj Mahal,Templo Bahá’i) e sem tratamento de esgoto.
    A Globo poderia retratar essa outra realidade também.
    Algumas coisas em relação à tecnologia no país eu desconhecia.
    Bom e pra finallizar:
    Namasté!

    http://oitentando.blogspot.com/

    Responder
  13. Silvia comentou, em 19/01/2009:

    Namaste! de novo minha filha

    Mande o endereço eletronico da globo que eu possa mandar essa sua matéria, ela não é 10 ´é ZILHÔES DE VEZES 10.

    beijocas com saudades.

    Tu mamita

    Responder
  14. Lizzie comentou, em 19/01/2009:

    Nunca fui fã das invenções da Globo quando o assunto é novela. Aliás, acredito que as inovações só foram positivas quando trata-se de L. Fernando Carvalho. E no tradicionalismo, Jô.
    Acho a Índia lindíssima, já usava o “Namastê”, sabia que era sânscrito mas não sabia da variação para Namaskar, por exemplo.
    O uso de cores e as expressões artísticas indianas são (em maioria) magníficas. A cultura indiana é interessantíssima.

    Beijocas

    Responder
  15. Amisadai comentou, em 19/01/2009:

    caralho, você é repórter?
    puts
    muito bom cara
    continue assim ou add no favoritos

    Responder
  16. Avenida Paranjana comentou, em 19/01/2009:

    muito boa a materia, continue assim

    Responder
  17. Larii comentou, em 19/01/2009:

    tomara que desta vez eles caprichem!

    o TPM³ passou por aqui ;)
    http://www.tpm-3.blogspot.com

    Responder
  18. dudalak comentou, em 19/01/2009:

    está com cara de ser interessante, mas to com medo de ver, por causa do Taj Mahal, sei lá quando vejo isso pela tv dá a impressão que nunca conseguirei ir lá e conhecer, Taj Mahal me fascina, tanto a história como a construção em si, os saris (é assim que se escreve? rs) das mulheres, e tudo mais

    beeijos

    Responder
  19. Rozangela comentou, em 19/01/2009:

    Parabéns Letícia, texto maravilhoso e bem fácil de leitura. Não cansa, é gostoso de ler e quem quer ficar “por dentro” ( para aqueles que vão acompanhar a novela, prato cheio, né?)vai achar uma fonte de conhecimento aqui. Beijinhos!!!

    Responder
  20. Aline comentou, em 19/01/2009:

    Ai, a Índia encanta !!!

    Um dia vou pra lá !!!

    Beijos !!!

    Responder
  21. Rozangela comentou, em 19/01/2009:

    Vamos nós de novo, terceira comunidade e o blog que tenho que comentar é o seu! Maravilha, comentar sobre algo que adoro, um blog onde é gostoso de ler, com conteúdo e bastante atual.
    E a “pergunta que não quer calar” sobre se a Globo irá mostrar essa realidade. Acho difícil, bem que deveria. Beijinhos!!
    http://cgfilmes.blogspot.com/

    Responder
  22. SILVIA comentou, em 19/01/2009:

    Namaste filhota…
    Como você sabe não gosto de novelas, costumo dizer que elas me emburrecem, mas vou assistir a essa, pois você com essa materia me fez ter essa vontade. Posso te dizer que a GLOBO não sabe o que está perdendo em não te contratar para o quadro de jornalista dela, pois você sem dúvida alguma daria banho nos que fizeram aquele sonso Globo Reporter. Eles deveriam dizer a você…NAMASTE…(CURVO-ME PERANTE TI) pois sem dúvida é a melhor.
    Você é a minha jornalista GLOBAL, minha top de linha, mais uma vez, estufando o peito digo…. PARABÉNSSSSSSSSS!!!! ORGULHO DE TI e NAMASTE.

    besos com nostalgías

    Tu mamita

    Responder
  23. LETÍCIA CASTRO comentou, em 19/01/2009:

    Hahahaha Mãe, é mãe, né gente? Dá um desconto.
    A Globo é que ainda não me descobriu, mã! hehehehe Mas, na boa, a Globo, assim como a Índia (e eu mesma), tem as suas idiossincrasias… Será que nos daríamos bem? Haveria que se fazer um teste. : )

    Beijos, fofa!

    Responder
  24. Jorge Fortunato comentou, em 19/01/2009:

    Namasté
    Depois dos “salamalikun”, glória Perez vai explorar a India e vamos ver o que vai acontecer. embora tenha jurado de pés juntos que não assitiria novelas, vou descumprir o voto, que por sinal, já estava descumprido, pois segui as 2 semanas de A Favorita. Mas não ficarei preso, vou ver o primeiro capítulo e só… A India é um país ineressante, mas não me atrai muito, tudo que vejo acho bonito e tal, mas nãos ei se teria coragem de e ncarar um périplo naquela terra, vai que p isam na minha sombra, eu sou intocável!..heheh
    Beijos

    Responder
  25. Paloma comentou, em 19/01/2009:

    demais… PARABÉNS!
    MUITA VONTADDE DE CONHECER A ÍNDIA… ENERGIA BOA… COR, SOM…

    ABS E SUCESSO,

    http://www.doisps.blogspot.com

    Responder
  26. Wander Veroni comentou, em 25/01/2009:

    Namasté, Letícia!

    Comadre, apesar de achar linda a abordagem e o tema que a TV Globo colocou na novela das 9, assisti a novela e fiquei decepcionado com a banalização da trama que tem história, mas não tem argumento. Os indianos parecem comerciantes portugueses, e não indianos. O amor dos protagonistas suou falso e sem propósito. A impressão que dá é que a Índia e Brasil falam o mesmo idioma…hehehe…rs.

    Brincadeirinha à parte, sei o quão é complicado colocar legenda numa novela e obrigar os atores a falar um outro, e ainda ter que cortar a barreira do público que de longe observa uma outra cultura.

    Esperava mais pesquisa da Glória Perez e uma Índia menos banalizada. Espero que a novela ganhe prumo e que não se perca nas confusões de argumento dentro do roteiro, como a concorrente “Os Mutantes”, da TV Record, que virou um samba do crioulo doido e um texto tão fraco, que não tem nem adjetivo para descrevê-lo.

    Fazendo coro ao Luciano e a sua mamita, você deu um show no seu post sobre cultura indiana, hein. ADOREI!

    Beijos,

    =]
    ———-
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    Responder
  27. Renatinha! comentou, em 04/02/2009:

    Lê…
    Recebí um mail acabando com a nova novela da globo, nela falava q a novela soh mostrava as coisas bonitas da índia [óbvio né!?!]. Tinha umas imagens em anexo de corpos boiando no rio sagrado Ganges e outras coisinhas +. Um horror!!!
    Vc recebeu?
    Eu nem repassei pq achei meio ‘pesado’.
    Gde bjo

    Responder
  28. Marcello comentou, em 25/08/2009:

    Olá, encontrei seu blog através da comunidade Blogueiros Amigos.

    Muito boa o seu texto sobre a Índia. Não assisto novela, mas se estiverem seguindo as informações desse texto provavelmente está boa a trama.

    Não deixe de visitar os meus blogs.

    Ótima semana.

    Responder

Escreva um comentário


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 7

Warning: reset() expects parameter 1 to be array, string given in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 60