2011: 10 motivos para agradecer por um ano inesquecível

Criado por Letícia Castro em em 31/12/2011




Sem demora, rapidinho, em forma de lista. A ordem não é de preferência, senão cronológica. Vamos lá!



Letting go


A frase que me perseguiu durante todo 2010, demorou mais de um ano para ser compreendida. Comecei 2011 assim, trying to let go. Foi realmente impressionante, até assustador, diria, mas o mundo “gritava” para que eu me desapegasse, desencanasse, soltasse o cabo. Eu trombava com esse “let go” (que, em inglês, tem um significado mais completo que em nossa língua) em textos, falas de filme, letras de música, conversas com amigos e até revelações em sonhos. Foi difícil, mas consegui.


Bênção em forma de pessoa


Alinhavando uma coisa na outra… Quem me conhece, imagina de quem eu esteja falando. Quem me conhece de perto, não tem dúvidas de quem estou falando. Enfim, com 2012 batendo à porta, tenho certeza de que o Prof. Marcos Silvestre e toda a equipe teremos mais um ano cheio de aventuras divertidas, emocionantes e edificantes em prol da educação financeira do brasileiro. Em nível pessoal, não me cabem dúvidas de que este valioso amigo continuará a me ajudar a promover uma VIRADA em minha vida. Ele sabe que pode contar comigo incondicionalmente.


Portas fechadas


O ano de 2011 foi marcado por um esforço de redirecionamento de caminho. Processo esse totalmente involuntário, pois, como boa ariana, sou teimosa e, quando compro uma briga, não desisto dela. Mas, aí vem Deus e dispõe como quer de nossas vidas. Como diria aquele provérbio árabe, exaustivamente lembrado por “Sid Ali”, em O Clone: “Que Alá te proteja de ti mesma”. Ele protegeu. E as portas que tinham se aberto antes, aparentemente por engano, relevaram-se parte de um aprendizado infinito que está apenas começando.



Folha caídas não voltam para o galho


“O passado simplesmente passou”, já dizia nossa admirável presidenta. Em 2011, aprendi que há uma razão para que meus olhos estejam na parte da frente do corpo. E, se prestar bastante atenção, não importa a direção em que você se vire, eles estarão sempre à frente, indicando o caminho.



Me, myself & I


Conheci minha pior inimiga. Percebi, finalmente, quem é a única pessoa que pode, de fato, me fazer mal, muito mal, se eu deixar. E, no mesmo instante (cansada de terceirizar uma honra que não pertence a outros), fui apresentada a esta outra pessoa, que pode me trazer toda felicidade que posso alcançar enquanto estiver por aqui. É bom tê-las por perto e é sábio entender que vão caminhar comigo para o resto da vida.



Janelas abertas


As janelas que se me abriram em 2011 tem um tamanho infinitamente maior que qualquer porta que se fechou. Destas, eu já nem me lembro. Sou uma saltadora de janelas agora. Quero mais é que elas continuem se escancarando, de par em par, como duas asas. As que finalmente adquiri no meu coração. É isso. Meu coração já não tem raízes. Só asas.



Vitórias impossíveis


2011 realmente me mostrou o bright side da vida. Mas, também foi um ano de “acareações”. Fui colocada várias vezes diante de mim mesma e especulada sobre isso e aquilo. Cheguei à razão de tudo, ao temido bottom line do meu enredo. Peguei a caneta e decidi escrevê-lo sem o ópio da ilusão. Parece incrível, mas a lucidez é uma das maiores armas do ser humano. Meu mal maior, meu principal “vício”, é um monstro que sempre tentará voltar à tona e passaremos a vida despertando juntos a cada manhã. Mas, hoje, só por hoje, meus pés estão na sua jugular.


Fé e paz interior


Esta ficha caiu ontem, curiosamente, enquanto eu assistia “Kung Fu Panda II” (believe me!). Aliás, adoro produções que envolvem artes marciais, pois sempre sobra uma pérola de sabedoria oriental aqui ou ali.

Não pude deixar de me reconhecer em “Po”, o Panda. Depois que minha fé voltou para casa, tenho esta paz interior de que fala o mestre Shifu. Nada me assusta, nada me assombra. Vivo um constante deslumbramento do aqui-agora, com vistas no porvir. Amo intensamente a quem tenho. Cuido e preservo o que tenho. E o que se desenha diante de mim é tão maravilhoso que não posso me aliar à postura cínica dos descrentes.


O novo


There are better fish in the sea than the ones that have already been caught. Desde que conheci este ditado em inglês, sempre o mentalizo e tenho por perto. Às vezes, me parecia injusto, afinal de contas, o que já “pescamos” na vida não tem valor? Esta, no entanto, nunca foi a mensagem desta popular frase. O que ela quer dizer, de verdade, é que, ainda que pensemos que já conseguimos tudo, que já conheçamos tudo de forma insuperável na vida, o que está adiante pode se tornar aquele item imbatível. E, com tudo o que experimentei em 2011, já não duvido disso.


A razão de tudo


Foto da Helix Nebula, tirada pelo microscópio Hubble da NASA, em maio de 2003. Desde então, tem sido conhecida como “O Olho de Deus” (saiba mais aqui).


Pessoas queridas que permaneceram e entraram na minha vida em 2011, vocês foram a razão maior por ter feito este ano valer a pena. Nele, tudo que me foi tirado, está sendo devolvido. E, Deus, em Sua infinita misericórdia, ainda acrescentou a Sua porção, aquela que eu jamais poderia conceber pedir. Eu não poderia estar mais feliz.

FELIZ 2012 A TODOS!







Aqui se fala português.
Comentários (6)
  1. Jorge Fortunato comentou, em 31/12/2011:

    Leticia
    Embora distante, estou aqui vibrando com suas vitórias, suas conquistas.
    Tudo de melhor apra você em 2012! Um beijo enorme deste carioca simpático

    Responder
  2. Geraldo comentou, em 31/12/2011:

    Olá Leticia,

    Posso dizer que 2011 também valeu a pena por vários, mas prefiri não relatar-los… mas deixei uma divertida retrospectiva no blog, junto com o apelo do voluntariado…

    Abraço e nos encontramos em 2012

    Responder
  3. LETÍCIA CASTRO comentou, em 31/12/2011:

    Jô querido,

    Eu tb, meu amigo. Tô distante, mas comemoro suas vitórias (vi um post no Face que me deixou muuuito orgulhosa de vc, viu?) e não vejo a hora de nos encontrarmos de novo.

    Este ano, farei a tão sonhada viagem ao Rio. ;)

    Um super mega lindo e feliz 2012! Beijo paulistinha!

    Responder
  4. LETÍCIA CASTRO comentou, em 31/12/2011:

    Geraldo, meu amigo querido, ano sai, ano entra e um certeza tenho no mundo virtual: a da sua amizade. Obrigada por ser esta presença tão constante e gratificante em minha vida.
    Tenho certeza de que um dia estenderemos isso ao plano presencial também.

    Vou ver a retrospectiva sim!

    Beijos e um ma-ra-vi-lho-so Ano Novo a você e sua família!

    Responder
  5. Claudia Bittencourt Caldas comentou, em 01/01/2012:

    Lê querida, você é linda viu?
    Gosto de “gente” que tem a alma transparente, você é uma delas.
    Um Feliz Ano Novo para você e sua família!
    Um abraço carinhoso,
    Beijocas

    Responder
  6. LETÍCIA CASTRO comentou, em 01/01/2012:

    Clau, vindo de você, fico totalmente feliz e lisonjeada, pois sei que é sincero. Linda é vc, sua bonitona! rs

    Para vc tb, querida. Estaremos compartilhando a vida por aqui neste 2012. Tenho certeza de que um dia também nos daremos um abraço bem apertado, viu?

    Beijos, linda!

    Responder

Escreva um comentário


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 7

Warning: reset() expects parameter 1 to be array, string given in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 60