Congresso de Comunicação em BH: assuntos em destaque, dicas e muito empreendedorismo

Criado por Letícia Castro em em 11/12/2008
O BABEL.com traz hoje o que rolou de mais interessante no II Congresso de Comunicação do PQN, realizado em Belo Horizonte, em 5 e 6 de dezembro últimos. Na sexta-feira, 05, profissionais de sucesso da comunicação abriram o ciclo, divulgando seu trabalho, sempre com o tema do empreendedorismo à frente. Veja os destaques.

Empreendendo precocemente: Fernanda Lara e o Gater List


Fernanda Lara, editora do Gater List, portal com cadastros de assessoria de imprensa

Fernanda Lara é uma jovem jornalista de Brasília que, trabalhando de estagiária durante a faculdade, sentiu como é difícil para o profissional da comunicação levantar as informações que precisa, muitas delas nas mãos dos assessores de imprensa, cujo contato nem sempre está disponível na redação. Decidiu então, com subsídio financeiro do pai, montar um cadastro online de assessoria de imprensa para consulta geral. Dessa iniciativa, nasceu o Gater List que, como define o próprio site, é uma empresa que desenvolve ferramentas para assessoria de imprensa, que prima pelo pioneirismo e rigor com a notícia e atualização de informações. Em um ano, Fernanda recuperou todo o investimento inicial e o Gater List conta hoje com um banco de dados de milhares de cadastros de grandes empresas, profissionais, celebridades e veículos de comunicação.
 
Jornais de bairro: um filão a ser explorado

Os jornalistas Nino Cecílio e Roger Victor: excelência em jornalismo de bairro
 
Nino Cecílio, de São Paulo, e Roger Victor, de Belo Horizonte, são um exemplo de jornalistas empreendedores e bem-sucedidos na área de jornais regionais e jornais de bairro. Como editor do Grupo 1 de Jornais, Nino é responsável por cinco publicações, abrangendo as zonas sul e oeste de São Paulo, cuja tiragem semanal chega a 100 mil exemplares. O jornalista enfatiza a necessidade da boa linguagem jornalística e da criatividade em desenvolver conteúdo interessante de notícias locais que captem o interesse do leitor. Com distribuição gratuita, a circulação dos periódicos quase não atende a demanda, diz Nino, em se tratando de uma das regiões mais populosas da capital, com cerca de 5 milhões de moradores.
Já Roger Victor edita o jornal Folha de Venda Nova, para o bairro de mesmo nome em Belo Horizonte, com cerca de 600 mil habitantes, e fala da dificuldade de levar os fatos como são até a população, devido à intromissão de autoridades, principalmente de origem política. Roger conta histórias surreais de perseguição e pressão em meio ao entusiasmo e fascínio pela profissão. Enfatiza que não é necessário muito investimento financeiro no início e encoraja os profissionais a tomarem a iniciativa de retratar a realidade local, um filão promissor que, só na capital mineira, com seus 890 bairros, representa um ótimo investimento.
Rádios web e inclusão social através da fotografia

Marco Rossi, jornalista, pioneirismo em rádio de web-jornalismo e a fotógrafa Kica de Castro: inclusão social através de fotos sensuais
 
Marco Rossi é jornalista de São Paulo e responsável pela Rádio Mega Brasil Online, projeto pioneiro de mídia digital, com foco no mercado da Comunicação e que hoje reúne mais de 40 profissionais de todos os setores, em cinco capitais brasileiras, Europa e EUA. Marco é veterano no jornalismo e encontrou na rádio web a forma de integrar, num projeto de sucesso, notícia e atenção do ouvinte que, como diz, “pode fazer múltiplas tarefas com as mãos, mas tem sempre os ouvidos desocupados.”
Kica de Castro é uma fotógrafa profissional que abriu um mercado inédito no Brasil, mas de grande reconhecimento nos EUA e na Europa: faz ensaios fotográficos sensuais com pessoas portadoras de algum tipo de deficiência física. Kica atuava no ramo da moda e fotografava modelos famosas, como Gisele Bündchen, quando se viu às voltas com um trabalho em um centro para deficientes e decidiu ajudar a resgatar a auto-estima dos pacientes. A partir daí, com a empolgação dos modelos, começa um trabalho profissional que já rendeu frutos em países como Alemanha e França. Hoje o reconhecimento se estende também ao Brasil e seus modelos são requisitados para todo tipo de produção, inclusive ensaios de lingerie. Para saber mais sobre o belo trabalho desenvolvido por Kica, acesse o site: Kica de Castro – Fotógrafa.

Web 2.0: mídias alternativas para o jornalismo


Os jornalistas Wander Veroni (Café com Notícias), Letícia Castro (BABEL.com) e Rodrigo Saturnino (O Binóculo) e a temática das redes sociais
 
Os jornalistas Wander Veroni, Letícia Castro e Rodrigo Saturnino discorreram sobre o tema das redes sociais e sua importância na Web 2.0. Wander ressaltou o papel dos blogs como meios de comunicação legítimos para jornalistas que queiram mostrar o seu trabalho e salientou a possibilidade real de rentabilização da plataforma e chances de tornar-se meio de vida. O Babel pontuou o trabalho das redes sociais como clubes agregadores de internautas que interagem entre si, formando um network muito importante para a profissão, tanto na captação de informação como no contato profissional. Demonstrou como as redes funcionam e trouxe à luz os números exorbitantes de usuários, como por exemplo, o dos cadastrados do MySpace, cerca de120 milhões em todo o mundo. Assista ao videocast de apresentação do BABEL.com para a palestra.

Já Rodrigo, que faz mestrado em Lisboa, enfatizou a importância das redes como meio de comunicação com amigos e parentes e de ligação com o país de origem. Rodrigo usa o Orkut para ficar a par do que acontece por aqui e sentir-se em casa nessa fase de distanciamento e diz que a rede é para ele um pedaço do Brasil em Portugal.
Empreendedorismo é quebrar pré-conceitos

Cristiano Lopes e William Caldas: profissional bom é empreendedor de si mesmo
No sábado, 6, o destaque ficou por conta das palestras motivacionais de dois profissionais na área que vieram sacudir o auditório da UNA. Cristiano Lopes é turismólogo, professor universitário e mestrando em marketing. Durante a apresentação, traçou uma linha do tempo em que mostrou como era o profissional de 20 anos atrás e o que o mercado espera do mesmo atualmente, com ênfase nas habilidades de conteúdo, técnica e flexibilidade. Já William Caldas, consultor de empresas, lembrou que a tendência mundial é da autonomia profissional e que em países como os EUA, os home commuting (quem trabalha em casa) já representam cerca de 20% do perfil do trabalhador no país e o número está crescendo. Ambos profissionais ressaltaram que o profissional do futuro será aquele com visão de trabalho descentralizado, atualizado com as novas tecnologias e adepto da política de parcerias e terceirização. Segundo indicam, profissionais que prezam apenas a segurança da carteira assinada e benefícios tendem a tornar-se ultrapassados na era da tecnologia da informação.
No final da série de reportagem sobre o II Congresso de Comunicação da PQN, o BABEL.com gostaria de agradecer mais uma vez ao Robson Abreu pela oportunidade e, principalmente, ao amigo e jornalista Wander Veroni, que levou ao conhecimento do editor a existência do trabalho desenvolvido por aqui. Foi com grande satisfação que o Babel integrou o elenco do congresso e esperamos que no ano que vem, o evento tenha ainda mais sucesso e repercussão.
Fotos: Wander Veroni e Letícia Castro
Aqui se fala português
Comentários (11)
  1. Rodrigo Piva comentou, em 11/12/2008:

    Um evento muito importante e interessantíssimo! Parabéns pela palestra. Tanto você quando o Wander deram um show.

    Bacione!!

    Responder
  2. Lucas Fernandes comentou, em 11/12/2008:

    Oi Lê,

    Sua participação no Congresso é que certamente engrandeceu e muito o evento da revista PQN.

    Bom, este post vem mostrar o quão importante é para o comunicólogo investir em si próprio, principalmente em seus objetivos e sonhos.

    A internet trouxe a possibilidade de desenvolvimento de uma nova modalidade de jornalismo, que forçará a mídia impressa a repensar o informar.

    E os blogs, bem esses vieram para revolucionar a web e a comunicação, trazendo pontos negativos sim, mas uma infinidade de pontos positivos que só reafirmam a evolução pós-web 2.0.

    Ate mais Lê!
    __________________________________
    http://semfronteiras.co.cc

    Responder
  3. Wander Veroni comentou, em 11/12/2008:

    Oi, Lê!

    O mais bacana do Congresso foi de tds os jornalistas sempre voltarem no mesmo ponto: o empreendedorismo. Nós comunicólogos podemos fazer uma mídia diferente e até mais independente, basta acreditarmos nos nossos sonhos. Somos pioneiros!!!

    Bjs,

    =]
    ————————
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    Responder
  4. Wander Veroni comentou, em 11/12/2008:

    Lê, eu que agradeço tds os dias por vc ter entrado na minha vida e ter somado tudo de uma maneira tão bonita. Ano que vem tem mais Congresso e outros tantos eventos…hehehehe. Esse só foi o início de muitos, tenho fé!

    Bjs,

    =]
    ——————–
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    Responder
  5. Luciano comentou, em 12/12/2008:

    Os temas abordados pelo congresso demonstram a direção a ser seguida por aqueles que querem alcançar grandes objetivos na área da rede mundial.
    Parabéns ao Babel.com e ao Café com notícias, na pessoa de seus redatores, pela grande e esclarecedora participação!!!
    Beijos

    Responder
  6. Dário Souza comentou, em 12/12/2008:

    Pow deve ter sido massa esse congresso,queria ter ido

    Responder
  7. RJ comentou, em 12/12/2008:

    Eis aí um belo tema para uma palestra! principalmente com pessoas de espirito empreendedor como as que vc citou, inclusive vc mesma! Que este exemplo seja cada vez mais difundido em outros lugare!

    abraços!

    Responder
  8. ..::Denny::.. comentou, em 12/12/2008:

    nossa, que legal!!
    como jornalista e publicitária que sou adoro um bom congresso de comunicação hehehe

    seu blog é muito interessante, querida! Muita informação boa aqui.

    beijão ;*

    Responder
  9. Veiga comentou, em 12/12/2008:

    ohhh, dando palestra!!

    hmm…

    q legal.

    Responder
  10. Jorge Fortunato comentou, em 13/12/2008:

    Olá Letícia,
    como era de se esperar o evento foi um sucesso! Parabéns a você e ao Wander. É muito imortante falar sobre as Redes Sociais e o poder agregador que ela tem.
    Um beijão
    Jorge

    Responder
  11. Marcelo comentou, em 13/12/2008:

    Letícia,

    Acho que a palavra deste século é empreendedorismo. Vejo que as palestras e eventos se multiplicam, mas, por parte dos governantes, não há uma iniciativa de desburocratizar o sistema a fim de permitir que a livre iniciativa seja uma regra geral e não uma exceção. Ainda temos uma carga tributária desanimadora e que pesa no processo de produção.
    Tive uma amarga experiência no processo de legalização de uma empresa que me mostrou que qualquer iniciativa requer mais do que espírito empreendedor.
    Por parte das pessoas sinto que já há um movimento nesse sentido, mas ainda falta chegar essa onda em Brasília.

    Abs

    Marcelo

    Responder

Escreva um comentário


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 7

Warning: reset() expects parameter 1 to be array, string given in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 60