Diversidade estética: Kica de Castro apresenta seu belo casting alternativo

Criado por Letícia Castro em em 07/03/2009
A fotógrafa Kica de Castro tem uma história diferente e, no mínimo, inusitada. Na contramão do sonho da maioria dos profissionais da área, não suportando mais o grau de futilidade da indústria, abandonou o mundo das fotos high fashion, onde fotografava as tops (entre os nomes, os mais tops que o leitor possa imaginar). Passou a fazer trabalhos freelancers e, dessa maneira, foi parar em um centro de reabilitação para deficientes físicos, como responsável por fotografias científicas (em poucas palavras, pacientes despidos em shots para análise médica).
O choque entre um mundo e outro e o constrangimento aparente dos pacientes (como o da própria profissional), foi a mola propulsora para a guinada na vida de todos. Kica percebeu que poderia tornar a tarefa menos agressiva e começou a brincar de tirar fotos sensuais com os pacientes. De um instante para o outro, a fotógrafa se deu conta que suas lentes tinham aberto casulos e os seus agora “modelos” precisavam voar. Bateram o pé, reivindicaram no melhor estilo “quem não chora, não mama” que a profissional tomasse uma atitude diante das lindas imagens produzidas com sua Canon. Já não tinha volta, pois não há quem segure gente determinada com a auto-estima devidamente resgatada. Nem o descaso do mercado brasileiro.

O reconhecimento no exterior

Não foi em terras nacionais que Kica de Castro encontrou o apoio mais significativo para os propósitos da agência recém-aberta. Veio da Alemanha, na pessoa de Dirk Gelbrecht e sua agência Visable, a porta para o ingresso dos brasileiros no mundo da fotografia profissional. A Visable, com sede em Langelsheim, é a primeira agência daquele país especializada na promoção de modelos e pessoas com deficiência física. O objetivo é mostrar, à parte do clichê comum, que deficientes tem a mesma capacidade de trabalhar como modelos nas mais diversas modalidades: promoters de eventos e feiras, espetáculos e shows musicais, entre outros. Segundo Kica, “o mercado na Europa é aberto para isso. Lá, tem até o concurso da mais bela cadeirante.” A fotógrafa também se queixa que, no Brasil, algumas empresas ainda veem o trabalho como questão assistencialista e não profissional, “nós podemos fazer pelo social, eles costumam dizer”, explica.

O casting


Daiane Lopes e Diego Madeira


Paty e Rô – Patrícia Lebrão


Diolice


Giulio e Márcia


Dudé (leia a entrevista com ele)


Haonê Thinar e Marcelo Pierro


Juliana da Costa e Michael


Mary – Thiago e Paty Pops


Haonê, Kica, Dudé, Daiane e Celestino (foto: Bruno Boer)

No Brasil

O trabalho de Kica é pioneiro no mercado nacional. Do seu casting, fazem parte vítimas de bala perdida, amputados, pessoas com deficiência congênita e paralisia cerebral, entre outros. É profissional e se revela muito exigente quanto ao comportamento do elenco: “todos os modelos passam por um processo de seleção e deixo bem claro que se trata de um trabalho profissional, com horário marcado e que não pode falhar. Já houve situações em que a Visable estava esperando que eu enviasse umas fotos e a modelo simplesmente não apareceu no ensaio. Tive que dispensá-la e contratar outra.”

Kica tem um casting fixo e se diz muito satisfeita com o nível de profissionalismo de seus contratados. “A Daiane é uma garota que mora no Paraná. Basta eu ligar, para que ela tome um ônibus, enfrente uma viagem de oito horas para estar na porta da minha casa no dia seguinte.” Por motivos de adaptação, a fotógrafa montou a sua agência em sua residência, no bairro da Lapa, em São Paulo e, além das fotos com os modelos, também desenvolve trabalhos fotográficos variados. Seu maior sonho (assim como o de toda a equipe) é que o mercado brasileiro esteja convencido de que vale a pena apostar no trabalho profissional desse nicho específico. Está sempre à procura de novos talentos e, para contratá-la, basta acessar o site ou entrar em contato pelo telefone: 11 8131-0154. O BABEL.com aproveita a oportunidade para agradecer aos amigos Kica e Dudé pelas entrevistas e pelos momentos incríveis que passamos no The Wall no dia 19 de fevereiro último.

Fotos: Kica de Castro

Leia também:
Easy Rockers e Dudé: rock and roll de primeira no clique do talento
Congresso de Comunicação em BH: assuntos em destaque, dicas e muito empreendedorismo

Aqui se fala português
Comentários (35)
  1. Anonymous comentou, em 07/03/2009:

    Letícia, que excelente matéria, veja podemos criar mil idéias em diferentes angulos e visões para contribuir com o resgate e auto-estima de muita gente achei super interessante o trabalho de Kika de Castro críticas surgirão mas com certeza opiniões contrárias não sobreviverão ao apoio desse excelente trabalho, é um nicho com certeza e ao mesmo tempo uma atitude digna de uma alma enobrecida. parabéns bjos

    Responder
  2. Wander Veroni comentou, em 07/03/2009:

    Oi, Lê!

    Meu Deus, que matéria linda minha amiga! Nossa, tô sem palavras! O trabalho da Kica é um exemplo de empreendedorismo e que podemos fazer a diferença, independente das adversidades.

    As fotos são espetaculares, os modelos lindos e as fotos fora de série. Lembrei do Congresso na hora!!! Aí no final vc pos o link…heheheh…não resiste para ir lá e lembrar daquele dia que entrou pra história, né! Foi mágico!!!

    Que me desculpe as outras profissões, mas o jornalismo é a melhor profissão do mundo: a cada matéria vc aprende um novo mundo. UHRRUUUUL!

    Parabéns pelo texto humano, criativo e que prende a gente do início ao fim. Saiba que eu aprendo muito com você toda vez que venho no Babel!

    Comadre, você é show de bola!!!

    Beijos,

    =]
    ——————
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    Responder
  3. Karina Castro comentou, em 07/03/2009:

    Fotografia é tudo e esse trabalho da Kika é sensacional!

    Amei a matéria Letícia…vc soube passar bem os sentimentos da Kika e de quem participa com ela deste projeto.

    As fotos são maravilhosas e a idéia é pra lá de interessante, inclusive temos que difundí-la no Brasil, um país que ainda excluí seus portadores de necessidades especiais.

    Adorei o assunto…bjos

    Responder
  4. Rodrigo Piva comentou, em 07/03/2009:

    Lindo exemplo, Lê.
    Na maioria das vezes o sucesso não está onde os outros acham, e sim onde nós nos sentirmos felizes. E isso dinheiro ou glamour nenhum pagam.

    Bacione!!!

    Responder
  5. Kica de Castro comentou, em 08/03/2009:

    Leticia, gostaria de agradecer pelas palavras, amei o texto.
    Aproveito para agradecer todos os comentários também.

    beijão,

    Kica

    Responder
  6. Daiane Lopes comentou, em 08/03/2009:

    É com uma satisfação enorme que faço parte das modelos da(tia kica)
    Agradeço pelo oportunidade de poder mostrar nosso trabalho com mais detalhes.
    Fiquei super emocionada quando vi meu nome na matéria.
    Obrigada pelo carinho!!!!
    bjs

    Responder
  7. Milouska comentou, em 08/03/2009:

    Oi, Letícia!

    Que excelente postagem esta! Parabéns!
    É pena que estas iniciativas raramente sejam incentivadas na terra-mãe.
    Mas a Kika encontrou quem apreciasse o seu trabalho. Talvez comece aqui o desbravar do terreno no Brasil.
    As fotos são excepcionais e dá para ver que ela tem prazer no que faz, tem qualidade e os modelos levam a sério o seu trabalho.
    Um grande beijo e obrigada pela divulgação.

    Milouska

    Responder
  8. Milouska comentou, em 08/03/2009:

    Olá, Letícia!

    Voltei para verificar se o meu comentário (algo longo) tinha entrado. Parece que não…
    Gostei muito de conhecer o trabalho da Kika.
    Obrigada pela divulgação e parabéns aos modelos!
    Um beijo e bom dia da MULHER.

    Milouska

    Responder
  9. DUDÉ comentou, em 08/03/2009:

    Mais uma vez, parabéns pela ótima matéria. Estou me tornando cada dia mais fã do seu jeito de escrever.
    Quanto ao trabalho da Kica de Castro, acredito que literalmente algumas imagens valem mais que mil palavras.
    Que nosso trabalho seja encarado como um exemplo à verdadeira inclusão social da pessoa com deficiência nesse país, pois incluir uma minoria na sociedade é passar noções de responsabilidade, competência e profissionalismo.
    Infelizmente, para muitos “defensores” da inclusão dos deficientes, alguns ainda se apegam a ideais assistencialistas, paternalista e de caráter político-ideológico duvidosos. Mas ainda resta tempo para essa gente aprender conosco o como o deficiente físico pode se colocar em pé de igualdade perante nossa sociedade que precisa se conscientizar de forma correta para não cultivar falsos tabus e estereótipos desnecessários.
    Parabéns outra vez para minha futura aluna.

    DUDÉ

    Responder
  10. Milouska comentou, em 08/03/2009:

    Letícia,

    Volto aqui para lhe dizer que aceito o seu convite. Quando vier é só dizer!
    Um grande beijo,

    Milouska

    Responder
  11. C. comentou, em 09/03/2009:

    Let..tranquilo?
    Te indiquei a um selo, ele as regras estão no meu blog…
    Pega lá depois.

    http://www.casadobesouro.blogspot.com

    Responder
  12. Anonymous comentou, em 10/03/2009:

    Kica,
    é um prazer trabalhar com uma pessoa tão cheia de espiríto como vc.
    Você tem muita força de vontade e e tanta garra que acaba estimulando as pessoas que passam no seu caminho.
    Você tem um dom Kica e um dom significa uma grande responsabilidade!
    Tenho fé em nós todos.
    beeijos
    Ana Tereza

    Responder
  13. Luka Almeida comentou, em 10/03/2009:

    Oi Letícia, excelente matéria.
    O trabalho da Kika de Castro é realmente fascinante. Maravilhosas fotografias.
    Obrigada por proporcionar algo tão belo.
    Bjos
    Luka

    Responder
  14. Emília comentou, em 10/03/2009:

    Muito boa a sua noticia. O trabalho da fotógrafa Kika Castro é na verdade digno de todo o reconhecimento, muito mérito mesmo, belissimas fotografias.Foi uma sorte para a revista alemã ter descoberto esta fotógrafa, é sem dúvida uma mais valia para eles. Abraços e parabéns pela postagem

    Responder
  15. Kleber comentou, em 10/03/2009:

    Concordo com os amigos acima, uma ótima matéria. E excelentes fotos também. Sobre o que foi dito no início, fico imaginando: o que tinha de chocante para as pessoas em suas fotos? Pessoas com algum tipo de deficiência não possuem beleza? Devem viver reclusas? Sinceramente, não entendo. São pessoas vitoriosas que, dia após dia, tem lutado contra dificuldades físicas, de planejamento urbano e, principalmente, contra o preconceito de uma parte da sociedade.

    E digo mais, muitas dessas pessoas são mais felizes do que muito marmanjo que, por qualquer bobeirinha, fica choramingando por aí. Parabéns a Kica de Castro.

    Responder
  16. LUCROS PERFUMADOS comentou, em 11/03/2009:

    Nossa Maravilhosa iniciativa, sou aqui de Apucarana_pr, Cidade onde mora os familiares de Daiane, ela é uma menina maravilhosa, continue assim Kika desenvolvendo este trabalho maravilhoso com estas pessoas maravilhosas, que Deus sempre ilumine suas lentes.

    Laudecir Mendes

    Responder
  17. Ligia Gally comentou, em 12/03/2009:

    Lele,

    Adorei a materia, adorei o assunto e a fotografa tambem.

    E por falar nisso, coloco disponivel meu curriculo no caso dela precisar de modelos brasileiras morando fora do pais.–)))

    Nossa, como sou cara de pau.Rs.

    Adoro passar por aqui. Me faz bem!

    Ligia

    Responder
  18. CG Filmes Cleiton Guimarães comentou, em 13/03/2009:

    Incrível o que capta uma máquina fotográfica, mas claro, que o olho do fotógrafo é que torna isso possível. A maneira que ele olha p/ uma paisagem, uma pessoa ou qualquer outra coisa, faz a diferença, LÊ. Vc é jornalista e deve saber mais ou menos o que quero dizer, um jornalista é capaz de fazer uma mesma matéria ( reportagem, documentário e etc) diferente de um outro. Acredito que a sensibilidade conta muito.
    Tanto que ficaram lindas essas fotos tiradas pela Kica de Castro ( o sobrenome é coincidência ou é sua irmã? Olha a curiosidade)e todas são lindas , mas a do Michel achei a mais linda. O modo despojado dele em cima da cadeira de rodas inclinada, foi fabuloso.
    E no dia que vc postou a entrevista com o Dudé, eu fui ao site de Kica Castro, havia ficado curiosa justamente por ela fotografar modelos com deficiências. Lindo trabalho e belos modelos.
    Ah, LÊ, preciso te pedir desculpas, o Cleiton ligou do trabalho e pediu que eu consertasse algo no post.Ele abriu lá e viu um defeito ( no template)que aparecia em usuário de notebook ( espero que o gerente dele não lei aisso, senão…eu linguinha cortada e ele demitido. rssss) Aí claro, fui consertar e sem querer deletei seus comentários lá…me perdoe. Fiz uma bostinha e não consegui consertar. Mas ainda bem que havíamos lido antes. Perdão menina Lê. Já prometi ao meu digníssimo esposo que não mexo mais no template. E olha que falei antes:
    _ Ah,melhor que vc faça isso qd chegar…
    _ Não, bobagem, é rapidinho, vc só tem que fazer assim ( 30 min de aulas )e pronto, tá?
    _ Tá… ( um “tá” sem muito crédito)
    Aí deu no que deu…
    rsssssssss
    Amamos vc LÊ, beijinhos mil e qd precisar de algo me chame , viu? Menos mexer no seu post….rssssss

    Responder
  19. All3X comentou, em 14/03/2009:

    Letícia, você sempre apostando em quem faz o diferencial. Pode permanecer como está, estão todos de parabéns. O trabalho ficou ótimo.
    Dá certo orgulho em saber que existem essas linhas de pensamento, e que tem gente que investe nisso.
    Abração,
    All3X

    Responder
  20. Nacelia comentou, em 21/03/2009:

    a ideia de registrar o divino, foi divina e maravilhosa,

    Responder
  21. Viviane Righi comentou, em 23/03/2009:

    Fiquei verdadeiramente emocionada com essa matéria. O Babel sempre me surpreende positivamente!

    Eu sinceramente não estou encontrando as palavras certas para comentar nesse post. Deixo apenas o meu sentimento sincero de muita alegria e a certeza de que tanto a Kika quanto você, Lelê, estão no caminho certo.

    A matéria ficou linda.

    Bjos!

    Responder
  22. aldrey comentou, em 13/04/2009:

    Oi Kika!!adoro teu trabalho,muito bakana!!tbm tenho um blog,to p falar de vc lá,pq tem muita gente ainda q não conhece teu trabalho,do meu circulo de amizade!é bom tudo q é blog divulgar trabalhos como o de vc!!
    bjs
    http://www.aldreylaufer.blogspot.com/

    Responder
  23. Anonymous comentou, em 14/04/2009:

    muito bom
    adoro o seu trabalho e ja o acompanho a pelo menos 1 ano e meio vc esta de parabens e umapena que um pais como o nosso que se diz desprendido de preconceitos nao tenha um mercado tao bom para modelos com necessidades especiais ou melhor nós ditos “normais” e que temos necessidades especiais de aprender com eles.
    Parabens KIKA pelo seu trabalho

    Responder
  24. Anonymous comentou, em 25/07/2009:

    Oi Kica
    Achei seu trabalho c/ modelos deficientes no youtube. Muito legal!
    Pena que foi só agora que descobri… se fosse alguns anos atrás, c/ menos barriga e mais cabelo, eu poderia até lhe mandar uma proposta p/ me fotografar! KKKKKKKKKKKKK
    Me aceita lá no seu círculo Orkutiano de amigos, vai!!
    Bjs
    Sergio Nardini

    Responder
  25. Anonymous comentou, em 30/10/2009:

    kika me aceita no orkut seu
    meu email do orkut é cleianerios@yahoo.com.br
    e tbm no msn que é cleianerios@hotmail.com
    bjosssssssss
    me chamo cleiane….

    Responder
  26. Anonymous comentou, em 26/11/2009:

    kika me acita no msn que é ivanetebombom@hotmail.com sou deficiente e achei muito bacana esse se trabalho interessante.beijos

    Responder
  27. Anonymous comentou, em 27/11/2009:

    OI KIKA TUDO BEM…MEU NOME E CARLOS EDUARDO SOU DE BH QRIA SABER COMO FAÇO P/ MOSTRAR MINHAS FOTOS P/ VC OU FALAR COM VC SOU CADEIRANTE A 8 ANOS GOSTARIA Q VC MI DESSE UMA OPORTUNIDADE MI ADD NO MSN KAABOY@HOTMAIL.COM ESSE LINK E P/ O ORKUT TAMBM LA VC VERA MINHAS FOTOS ACHO Q VC VAI GOSTAR ESPERO UMA RESPOSTA BJOS E PARABÉNS PELO SEU TRABALHO.

    Responder
  28. Morena comentou, em 11/12/2009:

    oi kica sou cadeirante e queria fotografar contigo,peguei seu contato com a Carol Custodio.
    sou pc tenho 27 anos e enviei uma foto pra Carol observa e entre em contato comigo

    email:musailumynada@gmail.com
    tel:6681-0473

    Atenciosamente

    Cris

    Responder
  29. DayseLima comentou, em 30/12/2009:

    Olá, sou Dayse Lima, sou de
    Imperatriz, Maranhão. Sou uma garota humilde, vinda de família simples,
    meu pai: Francisco Gregório Lima e minha mãe: Laeles Soares Lima, meu pai trabalha
    de concertar panelas e minha mãe é dona de casa.Há um ano e seis meses, sofri um
    grave acidente de ônibus onde perdi o braço esquerdo. No mesmo acidente morreu meu tio
    e meu primo de 12 anos ficou com ferimentos leves. Na época estava com 19 anos,
    uma jovem cheia de sonhos e planos para o futuro. O inicio foi muito difícil,
    pois não sabia como seria a vida sem um braço, uma mão… Hoje depois de algum
    tempo, conheci pessoas maravilhosas, que com seus exemplos de vida, estão me
    ajudando a seguir em
    frente. Estou escrevendo para vocês porque conheci esse
    trabalho maravilhoso que vocês fazem com pessoas deficientes e é muito importante. Pois estão ajudando elas a se sentirem vivas, gostaria muito de fazer parte desse lindo protejo de vocês, eu sou uma garota humilde, gostaria muito de fazer parte. bjos dayse meu e-mail: dayse_morenastarlove@hotmail.com

    Responder
  30. L? comentou, em 25/02/2010:

    oi amiga! demorei pra te achar,mas estou muito feliz com seu talentoso trabalho. Entre em contato comigo…luciacostavieira2008@hotmail.com ou meu orkut lucia-vieira@bol.com.br OBS: Se não lembra de mim trabalhamos juntas na consert hall bjs me add….

    Responder
  31. José comentou, em 02/04/2010:

    Muito BOM!!!

    Obrigado pela partilha.

    Responder
  32. Anonymous comentou, em 24/05/2010:

    INFORMACAO VIA NOVELAS NO BRASIL,E O GRANDE MOVIMENTO DE DERRUBADAS DE FRONTEIRAS,NAO PARA OS CADEIRANTES PERANTE A SOCIEDADE,MAIS A IMPOSICAO DE PADROES DE BELEZA,QUE ESTAO COM SEUS DIAS BEM CONTADINHOS.AFINAL OS CADEIRANTES E COMPANHEIROS DE DIVERSASS DIFICULDADES SAO CONSUMIDORES EM POTENCIAL.NAO QUEREM SER TRATADOS COMO PARCERIAS SOCIAIS,QUEREM SEUS ESPACOS NO MUNDO DA MODA.ATENCAO OLHEIROS DE FEIRAS,EXISTEM TALENTOS DESFILANDO EM SHOPPINGS EM SUAS RODAS.

    Responder
  33. TATIANA DE ANDREAGHRER comentou, em 24/05/2010:

    PARA QUAL ENDERECOS MANDO FOTOS PARA UMA POSSIVEL SELECAO?

    Responder
  34. Valeska Reis comentou, em 29/12/2010:
  35. Anonymous comentou, em 29/04/2011:

    Desculpe, mas não vi modelos deficientes com bengalas canadenses.

    Responder

Escreva um comentário


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 7

Warning: reset() expects parameter 1 to be array, string given in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 60