No bico de um tuiuiú

Criado por Letícia Castro em em 22/07/2008
280px-MatoGrossodoSul_Municip_CampoGrande_svg
O tempo em que morei em Campo Grande (MS), quando criança, me ensinou lições, cuja riqueza, até hoje, não alcanço compreender. Paulistinha metida à besta, logo, logo, eu já chamava todo mundo de “guri”, “guria” e fazia careta para tomar tererê. Comia muito churrasco na Cabana, Av. Afonso Pena e saía dançando pelo restaurante, ao som das “guaranyas”. A harpa tocava e eu imergia… Há uma (a minha favorita), “Saudade”, de autoria do escritor mineiro Mário Palmério, que a compôs quando foi embaixador do Brasil no Paraguai, e diz assim:

“Si insistes en saber lo que es saudade,
Tendrás que antes de todo conocer,
Sentir lo que es querer, lo que es ternura,
Tener por bien un puro amor, vivir!
Después comprenderás lo que es saudade
Después que hayas perdido aquel amor
Saudade es soledad, melancolía,
Es lejanía, es recordar, sufrir!”
A gente também logo aprende que Campo Grande é a capital do estado do Mato Grosso DO SUL, e não do Mato Grosso, como o resto do país teima em afirmar. A capital do MT é Cuiabá, CUI-A-BÁ! Terra quente, 40o.C à sombra, no verão! rs E “Centro Geodésico da América do Sul”! rs Cuiabá também é parte desse tempo em que fui “moreninha” e estudava com os “bugres” (que me davam alegremente a sua merenda de farofa de paçoca… rs). O que mais me lembro de Cuiabá tem justamente a ver com um imenso azul, escancarado no céu, e muito calor, do clima, da exuberante natureza, humano.
Aliás, Deus caprichou quando fez o MT. Se bem que o Pantanal está 2/3 no MS, que fique bem claro rs, o MT tem 1/3 do Pantanal, tem o cerrado e um bom pedaço da Amazônia. A Chapada dos Guimarães fica lá também. Precisava tanto? Não é à toa que o meu amigo Oscar Luiz é biólogo! O que mais se pode fazer no MT, além de se fartar da natureza? (É preciso outra coisa pra ser feliz?). O negócio é se imiscuir, promiscuir, rolar na lama, brincar com capivara e se esconder do tuiuiú. Sim, em pleno Pantanal, de madrugada, minha família e eu corremos para fugir do tuiuiú, cujo canto forte nos afugentou para dentro da Belina do meu pai. O Tuiuiú veio, passou e nós não o vimos, mas eu nunca vou me esquecer do frisson daquele instante, fugindo do que eu pensava fosse um pterodátilo!
Tudo isso porque, hoje de manhã, abro o diHITT e encontro a mensagem do Oscar, avisando que o Babel tinha recebido um presentinho do Flainando na Web, um dos seus maravilhosos blogs. Aliás, esse amigo querido é apaixonado pelo MT e por sapos. Fazer o que, né? rs (veja a lista dos blogs do Oscar abaixo.)
Oscar, amigo, eu estou aqui, outra vez, suja de terra e de pé no chão, desde o instante em que recebi o teu recado. Foi uma honra o mimo e um sonho reativar essas lembranças. Um beijo muito carinhoso para você e muito obrigada!
Eis o selo:
Outros blogs do Oscar: By Osc@r Luiz, Coisas do Mato Grosso, e Gente Sem Saúde. Vale a pena conferi-los!
Agora, vou repassá-lo a um novo blog parceiro, recém-descoberto, que inspirou o tema do próximo post do Babel. O selo vai para o Outro Cine, do amigo gaúcho Yerko Herrera.
E hoje eu não vou postar mais nada, vou passar o dia assim, com saudade, ouvindo uma guaranya.
Beijos a todos!
Letícia.

Imagens: Wikipédia. Mapa 1: Estado do MS, com a capital, em destaque. Mapa 2: Estado do MT, com Cuiabá, em destaque. Foto: tuiuiú
Aqui se fala português
Comentários (22)
  1. SILVIA comentou, em 22/07/2008:

    Oi minha filha,

    Quantas lembranças maravilhosas o seu texto me traz, aqueles jantares maravilhosos na Cabana, com os cantantes de mesa em mesa cantando e nos encantando com suas guaranias. Lembranças divertidas da viagem ao Pantanal, onde aconteceu de tudo. O tempo passa e o que fica é essa saudade gostosa de tudo que já se foi. Que bom poder recordar um pouquinho. EU AMO VOCÊ!

    beijocas gostosas

    Tu mamita

    Responder
  2. Osc@r Luiz comentou, em 22/07/2008:

    Nossa, Letícia!!!!!!!!!
    Eu fiquei emocionado com o seu texto e com o comentário da sua mãe.
    Juro, estou arrepiado até agora.
    Vou te pedir para reproduzí-lo no “Coisas de Mato Grosso”, pra que as pessoas parem de uma vez por todas de confundir MT com MS.
    Posso?
    Eu já tinha mesmo planos de trazer o Babel pra minha lista, pela qualidade das postagens e pela gentileza e simpatia da dona…
    Agora só vou acelerar o processo.
    Muito obrigado por essa postagem M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!!!!!!!!!!
    Um enorme beijo e seja sempre bem vinda aos meus mundos virtuais e também aqui. Tenho uma casinha em Chapada e será um prazer ser seu guia nesse lugar mágico!

    Responder
  3. Osc@r Luiz comentou, em 22/07/2008:

    Ah, esqueci de dizer: embora eu seja um entusiasta do Mato Grosso que eu amo e tenha até um blog exclusivamente dedicado a ele, pra onde estou levando o seu post, eu sou gaúcho, como o seu amigo indicado para o prêmio… Hahahah!
    Vim de Porto Alegre pra Cuiabá em 1983, mas me apaixonei por aqui… comi “cabeça de pacú” e não saio mais daqui!
    Beijão!

    Responder
  4. Letícia Castro comentou, em 22/07/2008:

    Olha só que loucura! Que legal!
    Beijo!

    Responder
  5. Luciano comentou, em 22/07/2008:

    Quem não tinha noção destes dois Estados (que outrora formavam um só) do Centro-Oeste brasileiro tem a felicidade de encontrar um pouquinho neste post muito bem escrito.
    Parabéns por mais um selo!
    Beijos

    Responder
  6. Yerko Herrera comentou, em 23/07/2008:

    Muito obrigado Letícia pela bela consideração! Valeu mesmo pela citação.

    Beijão e abraços aí nesse camarada gaúcho!

    Yerko Herrera.

    http://www.outrocine.blogspot.com

    Responder
  7. Sammyra Santana comentou, em 23/07/2008:

    como smepre… quando junta tu e tua mãe… é emoção na certa!

    oolha q os selos q a terra de padim ciço te mandou foram pé quente! já ganhou outro? bom demais!

    Beijo amiga! Lindo o q vc escreveu pra mim no post abaixo, viu? a reciproca é verdadeira!

    Responder
  8. Wander Veroni comentou, em 23/07/2008:

    Oi, Letícia!

    Que bonito o seu texto. Recordações são sempre bem vindas e o mais bacana disso é vc compartilha-las conosco.

    Não conheço o MT, nem o Pantanal. Os únicos estados que já visitei foram o Rio e o Espírito Santo. Tenho vontade de conhecer mais o Brasil, de rodar e ver o qto o nosso país é grande e tem outras culturas.

    Tb sou doido pra conhecer Sampa. Daí qdo for pra sua cidade passo aí pra te visistar e tomaremos um Café na Paulista, já pensou?

    Viajei com seu texto…ADOREI!

    Bjão,

    =]
    ____________________________
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    Responder
  9. Andre comentou, em 23/07/2008:

    Simplesmente emocionante! Parabens!
    Enquanto isso, eu por Nessebar…
    Beijo

    Responder
  10. Catarino comentou, em 23/07/2008:

    Letícia, li sua história está linda, a saudade é um grande sentimento, pois só sente que já viveu alguma coisa muito boa.
    Parabéns.

    Responder
  11. Sara Albuquerque comentou, em 23/07/2008:

    Letícia, você é extremamente inteligente. Muito me fascina seu jogo de palavras, sua cultura, seu uso de várias línguas. :)

    Adorei esse Post! Essa melancolia gostosa, que nos faz lembrar que a infância em si não ficou para trás, emerge um sentimento de orgulho tanto da nossa Terra, como do que ela nos transformou. Fiquei com vontade de conhecer Campo Grande. E, um grande detalhe: adoraria correr de um Tuiuiú! Imagino a aventura e a minha criação desenhando tudo em câmera lenta. ^^

    Deixa eu crescer mais um pouquinho, ter um bom emprego e poder investir em viagens e lugares do Brasil. Adorarei conhecer um cantinho do Pantanal, onde a Biologia tanto me impressiona e cativa. Ô, natureza espetacular essa! =)

    Responder
  12. Lucas Fernandes comentou, em 23/07/2008:

    Ei Letícia!

    Que lindo texto. Recordações de tempos inesquecíveis. Ainda mais se tratando do Pantanal, que deve ser maravilhoso.

    Não conheço Cuiabá, contudo minha tia morou lá durante pouco tempo e disse a mesma coisa que você: ela tem lembranças da natureza exuberante e do calor estafante. Afff!!!

    Ia comentar ontem, mas era meu dia de postar na editoria de economia e o biocombustível tomou muito tempo meu.

    Ótimo post!

    Responder
  13. Renata Emy comentou, em 23/07/2008:

    Oi Letícia!

    Ví seu post no Coisas de MT e vim dar uma olhadinha e adorei!!!

    Oscar fez bem em ‘roubá-lo’!

    Já andei mto por C.Gde, minha irmã mora numa cidade próxima (Rio Negro) e tds minha férias ía p/ lá. Achava [e ainda acho] uma bobagem desta “rixa” entre MS e MT sobre o pantanal…

    Olha, sinceramente, gosto mais da minha cidade, acho que o pessoal daqui é mais simples e receptivo… Achei o pessoal lá mto frio, esnobes… Sei lá… + pode ser apenas um impressão né?

    Ah, eu sou bióloga tb, Oscar e eu somos praticamente vizinhos (apesar de não nos conhecermos). Venha um dia nos visitar! ;)

    Bjs

    Responder
  14. Renata Emy comentou, em 23/07/2008:

    PS: Lindinho o comment da sua okassan! [mãe/ mamãe em japonês]

    Ví que mora em São Paulo, conheci este ano e fiquei encantada, pena que foi bem rápido. Preciso voltar com mais tempo e conhecer tudo! =)

    Responder
  15. 'Ewertoon comentou, em 23/07/2008:

    Muito bonito de se ler as suas lembranças. Sabe, acho que recordar é viver, se as lembranças são boas, porque não relembrá-las?

    Parabéens pelo selo!

    Responder
  16. Edu França comentou, em 23/07/2008:

    Menina, vc me surpreende a cada dia, não sabia dessa sua intimidade com a fauna brasileira! Bjs minha linda

    Responder
  17. greatdj comentou, em 23/07/2008:

    Parabéns!
    Selo merecido!

    Bem, como eu nunca mudei de cidade, nem de casa, não tenho essas lembranças legais que você tem….
    espero um dia ter o que contar para os meus netos!
    hehe

    Responder
  18. Michell Niero comentou, em 23/07/2008:

    Embora eu seja um tanto urbano, não dá pra negar que o Pantanal brasileiro é uma das coisas mais bonitas já feitas pelo big bang.

    Mas mesmo sendo urbano, me aprecia muito a música cabocla dos violeiros matogrosensses e sul matogrossenses. Já as guaranias, nem tanto, devo ter algum trauma de infância por ouvi as guarânias, sempre muito expansivas, do Miliionário e Zé Rico no rádio do velho do meu pai.

    Para virarmos parceiros, como fazemos?

    Um abraço.

    Responder
  19. Jorjão comentou, em 23/07/2008:

    pantanal é fantastico, queria tanto conhecer!!!!
    bjao moça

    Responder
  20. Sammyra Santana comentou, em 23/07/2008:

    Gostei tanto do teu post q vim ler de novo! :)

    Responder
  21. Euzer Lopes comentou, em 23/07/2008:

    Eu sei que talvez apanhe pelo comentário, mas está sendo dignificante ver o Pantanal de novo na tela da TV.
    E sei bem o que você está falando. Lá os personagem “vivem” O Pantanal, e não apenas “moram no” Pantanal. Eles fazem parte daquela natureza. E isso carregam para onde quer que vão. Se a novela retrata isso com alguma verdade, você é a prova de que o Pantanal corre em suas veias, não apenas em suas memórias da tenra idade.

    Responder
  22. Gilberto Puppet comentou, em 24/07/2008:

    Nossa, parece ser um lugar dotado de um céu estrelado incrível…

    Só agora que vi o comentário e a postagem passada sobre o selo. SHAME ME!

    Ficamos lisonjeados pela escolha! /o\
    Postarei eles assim que voltar de viagem.

    Beijos e obrigado pela lembrança mais uma vez!

    Responder

Escreva um comentário


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 7

Warning: reset() expects parameter 1 to be array, string given in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 60