Campanha: "Eu Quero Ganhar a Lola" e você vai me ajudar!

Criado por Letícia Castro em em 29/01/2011

Quem julga o bulldog pela cara, igualmente nunca saberá o valor da sua lealdade e constante companhia, e, definitivamente, deixará de conviver com um extraordinário animal de estimação que encanta os seus proprietários pela permanente disposição amorosa, pois o bulldog é quase que um escravo de seu dono no decorrer de toda a sua vida.” Bulldog Club do Brasil

#euqueroganharalola!


À espera de Lola

Ai ai ai… Tem dias que a gente surta, solta uma campanha na internet e depois tem que aguentar firme, né? Pois é, queridos leitores, foi isso o que aconteceu com esta jornalista, na madrugada do dia 27, quinta-feira última. A campanha se chama #euqueroganharalola e você já vai entender tudo.

Estava eu em casa, em completa falta de sono, when it hit me: preciso de um cachorro! Mas, veja bem: não foi uma ideia surgida do nada, do oco da minha mente insone. Na verdade, o desejo de ter a Lola é muito mais antigo, ele só eclodiu agora, em forma de súplica virtual (e VOCÊ vai me ajudar, não duvide disso! rs). Já me disseram: “Imagina, você acha que vai ganhar?” E você acha que eu estou pagando esse mico por nada? Eu quero é ganhar a Lola! #whocaresanyway! Too late, eu vou pagar esse micão e você vem junto! Até o fim, demore o quanto demorar (mas, não muito, gente, tenha dó!).

A história toda

Há quatro anos, antes de voltar a morar em São Paulo, meu marido e eu tínhamos uma criação de cães, da raça English cocker spaniel. Sim, uma criação, pois éramos os felizes donos de cinco criaturas incontroláveis e extremamente amadas e amorosas de nome Chubby, Maggie, Alfred, Jerry e Bob, pais e filhotes. Os nossos babies tinham um site lindo no antigo Geocities do Yahoo, que afundou e levou consigo todo o trabalho árduo para desvendar os segredos do Dreamweaver e colocar a página no ar. Lá, estavam a Maggie e o Chubby e os sete lindos filhotes da primeira ninhada, em fotos e biografia autorizada.

Vocês podem imaginar o quanto nos divertíamos com essa galerinha toda. Para terem uma ideia, eles tinham nome oficial e apelido, por exemplo, a Maggie se chama (porque ela ainda vive na companhia dos novos donos) Margareth Cristina, o Alfred se chama Alfredo Henrique e por aí vai. Acontece que nos mudamos para São Paulo e arranjamos cinco famílias que, depois de um crivo bem rigoroso – incluindo visita a nova casa e uma série de entrevistas – permitimos que adotassem os nossos puppies.

Tic-tac, tic-tac, tic-tac…

A Lola chega justamente no ano de 2003, quando o Lu e eu fomos a uma feira de animais ver se encontrávamos a Maggie, futura esposa do Chubby, nosso primogênito. Nessa feira, não encontramos a nossa gorda, mas conheci outra gorda que, assim que me viu, arriou as quatro patinhas pra cima e, aquela que eu pensava que era uma das raças mais ferozes de cães, acabou se mostrando uma criaturinha extremamente dócil, brincalhona e carinhosa (leia este relato). Eu devo ter ficado uma meia horinha brincando com uma bulldog totalmente desconhecida que flechou o meu coração e me fez começar a sonhar com a Lola, a minha branquinha que vocês vão me dar. : )


Lola linda regordeta

E, então, chegamos ao presente momento. Na madrugada do dia 27, surtei. Um desejo louco tomou posse do meu ser (e isto não é letra de música brega) e uma ideia me invadiu o creco: vou criar uma campanha na internet para ganhar a minha adorada Lola! Falem a verdade, não é genial?

Pois bem, a campanha consiste no seguinte e simples ato: alguém, vindo através da divulgação online, vai sentir o seu coração tocado o suficiente para fazer a doação (para minha pessoa, obviamente) de uma linda filhotinha de bulldog inglês, branquinha que se chamará Lola. Bom, assim como os irmãozinhos dela, é claro que Lola é apelido. O nome oficial é Dolores Juana, Lola é a alcunha e Lolota Bolota será para os momentos em que eu estarei sufocando a coitadinha de tantas cócegas em sua pancinha branca.


Para fazermos a campanha #euqueroganharalola rolar de verdade, você, meu amigo querido leitor do Babel com toda a sua rede de contatos (:D), precisa dar RT na seguinte hashtag #euqueroganharalola, obviamente no seu perfil do Twitter e depois, fazer um pedido, do tipo: “minha amiga @leticiacastro precisa ganhar uma bulldogzinha, vamos ajudar!”, esse tipo de coisa. “E por que eu vou fazer isso?”, você deve estar pensando. Por pura solidariedade virtual, porque você me conhece há três anos e sabe que eu não estaria pedindo isso se não fosse realmente muito, muito importante. Prometo que vou encher meus perfis com várias fotos de Mme. Lolá et moi. : )

Aí, me ocorreu outra coisa: mas o coração dos internautas costuma ser muito generoso… e se aparecerem várias Lolitas? Problema resolvido também, faremos outra campanha e vamos providenciar a doação desses cachorrinhos para crianças que, por alguma razão, realmente precisem dessa companhia maravilhosa que é o bulldog. E aí, vocês me ajudam a desenvolver os critérios para essa campanha. Já pensaram que coisa maravilhosa? De repente, poderíamos até servir de ponte entre animais que precisam ser adotados, não necessariamente desta raça, e crianças que precisam de um bichinho de estimação. Eu cresci com uma vira-latinha inesquecível, chamada Pituca. A Pituca veio para casa quando eu tinha 11 anos e se foi 13 anos depois. Não preciso dizer que foi a minha irmãzinha querida e me ensinou, entre outras coisas, a amar e a cuidar de alguém.

Bom, se até agora essas fotos não te convenceram, você ainda não é um caso totalmente perdido. Assista este vídeo e aí, a gente conversa…

Ah, meu aniversário é dia 30 de março (sei lá, só uma dica… rs).

O que importa é ter a minha Lola nos braços. Me ajuda? :D

Imagens:

OLX
, Quero Comprar, Pet, Twitter, Bulldog puppies for sale

Ei, você!

Quer ficar por dentro de tudo o que rola aqui no Babel? Siga-me no Twitter! Se quiser, também podemos ser amigos no Facebook! Eu vou adorar!

Ah, a sua praia é o vídeo? Então, inscreva-se no nosso canal no YouTube e veja tudo o que o Babel está rodando por lá. Estou te esperando!

Aqui se fala português.
Comentários (19)
  1. Arnaldo Reis Trindade comentou, em 29/01/2011:

    Prontinho, precisando dá um grito que eu venho correndo.

    Bjo

    Responder
  2. LETÍCIA CASTRO comentou, em 29/01/2011:

    Ahhhhh que maravilhoso!!!! Vc é um fofo, meu amigo lindo!

    Eu vi o teu RT, já dei RT nele tb. rs

    Vc tb, viu? É só gritar!

    Beijoconas, Arnaldo! Deus te abençõe. rs

    Responder
  3. Mikasmi comentou, em 29/01/2011:

    Que lindas!!!
    Muito fofinhas não há dúvida que são um amor.

    Espero que a Lola apareça bem rápido, mas até aos seus anos ainda dá um tempinho

    Também já tive 2 cocker spaniel, um dourado que era muito traquinas e uma pretinha que era um doce.
    Agora tenho uma fofa, muito meiguinha, uma chau chau.

    Abraços

    Responder
  4. LETÍCIA CASTRO comentou, em 29/01/2011:

    Emília querida!!! Quanto tempo não nos falamos! Que saudade!

    Obrigada pelo seu comentário, viu? Pois é, menina, esses cockers são muito especiais mesmo, né? Eu ainda tenho saudades dos meus…

    E agora, vamos esperar pela Lola! rs

    Beijocas para vc!

    Responder
  5. Edilene comentou, em 29/01/2011:

    to indo la verificar
    bjusssssssssssssssssss

    Responder
  6. LETÍCIA CASTRO comentou, em 29/01/2011:

    Edilene, vc é uma flor!!!

    Muito obrigada!

    Bjs!

    Responder
  7. Valéria Braz comentou, em 29/01/2011:

    Letícia, eu quero te ajudar…. juro… mas tenho um leve probleminha com tecnologia…..heheheeheheh
    Como eu faço pra dar este tal de RT?
    Beijossssssss

    Responder
  8. LETÍCIA CASTRO comentou, em 29/01/2011:

    Valéria queridona, vc tem Twitter? Se tiver, é só copiar esta frase aqui no teu Twitter e enviar:

    “#euqueroganharalola para a @leticiacastro e você vai me ajudar!”

    Agora, se você não tiver Twitter, é só divulgar pelas tuas redes, blogs, colocando o link do post do Babel que o povo fica sabendo também:

    http://babelpontocom.blogspot.com/2011/01/campanha-eu-quero-ganhar-lola-e-voce.html

    Não sei nem como te agradecer e a forma como vc dispôs a ajudar me deixou muito emocinada, viu?

    Beijocas e tudo de bom!

    Responder
  9. |Renatinha!| comentou, em 30/01/2011:

    Já aderí a campanha! ;D

    Bjo

    Responder
  10. LETÍCIA CASTRO comentou, em 30/01/2011:

    Sim, Rê, vc foi a primeira a aderir a campanha. Na verdade, vc foi cúmplice, pois eu lancei a campanha e vc estava lá. rs

    Beijocotas!

    Responder
  11. Fernandez comentou, em 30/01/2011:

    Olá Letícia!
    Com certeza vou aderir a campanha para a amiga ganhar a Lolota Bolota… ou melhor a Lola. :-)
    Beijos minha amiga querida.
    Fernandez.

    Responder
  12. LETÍCIA CASTRO comentou, em 30/01/2011:

    Êêêêê!!! Mais uma alma caridosa! Eu tinha certeza de que você ia me ajudar, Fernandez querido. Brigaduuuu! :)

    Beijocas procê!

    Responder
  13. Silvia comentou, em 31/01/2011:

    Oi minha filha,
    já vi que essa campanha está bombando. rs. Espero que você ganhe a Lola antes do seu aniversário, vou ficar aqui torcendo muito para que isso aconteça. EU AMO VOCÊ… beijossssssssssssss

    Responder
  14. LETÍCIA CASTRO comentou, em 31/01/2011:

    Se Deus quiser, mã! rs

    Mas, não tem problema se vier depois também, viu gente? O importante é a Lola vir!

    Eu tb amo muita a sra., fofinha.

    Beijoconas!

    Responder
  15. Mayara Caparroz comentou, em 01/02/2011:

    Lê, que campanha mais fofuxa! *-*
    Já twittei uma frase para te ajudar e vou publicar essa campanha nas minhas redes sociais virtuais, para que você tenha logo em seus braços a tão esperada Lola! *-* rs.

    Beijocas, comadre!
    E conte comigo nesta campanha! :)

    Responder
  16. Wander Veroni comentou, em 01/02/2011:

    Oi Lê!

    Tem coisas que acontecem na vida da gente de uma hora para outra. E tenho certeza que a Lola é um presente na sua vida que vc já está sentindo que ia chegar, só que vc sempre mta esperta resolveu chamar com mais afinco e mobilização. Tenho 5 cães e posso falar de coração que eles são os meus filhos e as verdadeiras “crianças” daqui de casa – sem contar a Stelinha, é claro, pois eles acabam sendo filhos de todos daqui de casa. Estou aqui na torcida para a Lola chegar mais rápido que vc imagina.

    Bjs,

    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    Responder
  17. LETÍCIA CASTRO comentou, em 01/02/2011:

    Comadrinha linda, sabia que podia contar com vc! Olha, juro que quando a Lola chegar, vou sapecar fotos para todos os lados! rs

    Sua ajuda e apoio são muito valiosos na minha vida, uma bênção, viu moça bonita? Muuuito obrigada, boneca!

    Beijos carinhosos para vc! ;)

    Responder
  18. LETÍCIA CASTRO comentou, em 01/02/2011:

    Eba!!!! Compadre, faltava a tua bênção também, meu irmão querido!

    Pois é, estamos na torcida. Eu tava sentindo mesmo e, como vc me conhece bem, percebeu isso de cara.

    Beijocas procê!

    Responder
  19. Minhas Poesias Irradiantes comentou, em 25/03/2011:

    Parabéns pelo post com fotos de lindos filhotes, gostei de ver!!!!!!!!!

    Responder

Escreva um comentário


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 7

Warning: reset() expects parameter 1 to be array, string given in /home/babelpontocom/www/wp-content/themes/default/template-pre-footer.php on line 60